COMO É COMPOSTO O CHIP/BOX DE POTÊNCIA?

Hoje em dia, os fabricantes de automóveis fabricam apenas alguns motores de base, e diferenciam a saída de energia através da centralina: ou seja, o mesmo hardware, mas com diferente software. Daí que surgiu a necessidade de melhorar esse software, com melhores resultados, para uma performance melhor do automóvel.

Desta forma, você pode desfrutar de uma actualização de desempenho de até 30% com um chip/box de potência. Estes dispositivos utilizam apenas as reservas de energia disponíveis e permanecem dentro das tolerâncias da marca do automóvel, o que é bastante importante para manter a durabilidade a longo prazo do motor do seu automóvel. Os actuais sistemas e parâmetros de protecção do motor permanecem totalmente intactos.

 

Vejamos em seguida, como é composto um chip/box de potência da marca RaceChip:

como-e-feito-chip-box-de-potencia

1) Microcontrolador / Processador
O processador projectado especialmente para aplicações automotoras, controla a optimização de desempenho.

2) Módulo de conexão com smartphone Android / iPhone
Módulo de conexão adicional no chip/box de potência Ultimate Connect para comunicação entre chip de sincronização e smartphone Android / iPhone via Bluetooth.

3) Ficha de ligação profissional da FCI
Interface entre chip e centralina. Atende às exigências com mais alta qualidade.

4) Interruptor rotativo para afinação pormenorizada
Dois interruptores rotativos ajustáveis ​​manualmente para optimização de desempenho ainda mais personalizada.

5) Rede de filtro de sinal complexo
Pré e pós-processamento paralelo de sinais recebidos para a melhor melhoria de desempenho possível.

6) Interface de programação
Transmite software de optimização específico do veículo para o micro-controlador.

7) Regulador de voltagem
Limita os níveis de tensão das montagens para garantir o bom funcionamento.